quarta-feira, 14 de junho de 2017

5 ferramentas de gestão que não podem faltar em um projeto.



Com o passar do tempo, foram desenvolvidas muitas ferramentas de gestão com o objetivo de subsidiar a tomada de decisão e os trabalhos de gerenciamento. Afinal, trata-se de um avanço inevitável em um contexto empresarial cada vez mais agressivo. Não importa qual seja o setor, área de atuação ou tipo de trabalho, não se pode entregar um bom produto ou serviço sem usar as ferramentas adequadas de analise ou mesmo metodologias. 
Na gestão de projetos, não poderia ser diferente! Essa necessidade deu origem a alguns modelos que tornaram a gestão mais eficiente. Por isso, conheça 5 ferramentas de gestão simples, mas que podem ser decisivas para o sucesso do seu projeto! 

5W2H

5W2H surgiu no Japão para facilitar o planejamento de qualquer demanda. O 5W corresponde às iniciais em inglês de What (O quê), Why (Por quê), Where (Onde), When (Quando) e Who (Quem). Já o 2H faz menção às iniciais de How (Como) e de How much (quanto).
Ao responder essas perguntas, os esforços podem ser concentrados naquilo que realmente importa. Quer dizer, os membros da equipe se tornam cientes de sua participação em todo o contexto, sua influência diante das necessidade do projeto e qual o impacto de suas demandas.
Sendo assim, o 5W2H proporciona maior controle sobre as tarefas e sobre os prazos determinados, estruturando melhor o cronograma do projeto e ajudando na compreensão de dados e na aferição dos resultados.
Nos primórdios, o 5W2H era usado em sistemas de gestão da qualidade, visando o aprimoramento de melhorias. Mais tarde, tendo em vista o potencial de aplicação, passou a ser usado em contextos bastante diferentes.
Quer dizer, atualmente, pode ser usada em gerenciamento de projetos, planejamento estratégico, análise e na criação de planos de negócios.

PDCA

Ciclo PDCA é uma ferramenta de gestão cujo objetivo é promover a melhoria contínua dos processos por meio de 4 ações: Planejar (Plan), Fazer (Do), Checar (Check) e Agir (Act).
Mais do que se ater à solução do problema, a ideia é compreender quais são as causas geradoras do desvio e atacar os fatores geradores da falha. Com a identificação do problema, a intervenção pode ser posta em prática, ser validada quanto a sua eficácia e, caso necessário, ser ajustada.
É uma filosofia de melhoria contínua. Logo que um ciclo é concluído, outro começa e assim sucessivamente até que se alcance um nível mínimo de qualidade que atenda às expectativas do cliente. Isso torna a organização dos processos mais eficiente ao longo dos anos.

PMBOK

Ao contrário do que é dito por algumas pessoas, o PMBOK não é uma metodologia, mas, sim, um guia de melhores práticas de gerenciamento de projetos. Nesse livro, são citadas inúmeras ferramentas, técnicas e habilidades essenciais para a área de gestão.
O uso desse material oferece uma visão bem ampla do universo de projetos, abrange todas as áreas de conhecimento (Integração, Escopo, Tempo, Custos, Qualidade, Recursos Humanos, Comunicações, Riscos, Aquisições e Partes Interessadas) previstas pelo PMI (Project Managment Institute), umas das instituições mais representativas no gerenciamento de projetos em todo o mundo.
O PMBOK estabelece 47 processos de gerenciamento contidos em 5 grupos de processos (Iniciação; Planejamento; Execução; Monitoramento e controle; e Encerramento) correspondentes às 10 áreas de conhecimento citadas acima.
Sendo uma referência, não oferece uma lista exaustiva de passos a serem seguidos, mas apresenta sugestões de boas práticas que devem ser seguidas, quando aplicáveis. Neste artigo damos 4 dicas para você combinar Scrum e PMBOK

KPI

Os indicadores de performance, ou Key Performance Indicators (KPIs), são métricas que visam aferir o desempenho da empresa em algum critério relevante. Só é possível gerenciar aquilo que se mede e é exatamente isso que justifica a determinação de indicadores de desempenho.
Ao medir o status de suas demandas, a organização pode avaliar se o resultado é ou não satisfatório. Caso não seja, você tem subsídios para intervir e ajustar a performance ao resultado esperado.
Os KPIs estratégicos são aqueles que se referem ao alinhamento dos projetos aos objetivos da empresa, permitindo o contraste entre cenários, isto é, projetando panoramas e comparações entre o planejado e o realizado.
Como exemplos de indicadores estratégicos, destacamos o Tempo de Retorno Sobre o Investimento ou Payback, o Déficit, a Receita por Tipo de Produto ou Por Unidade de Negócio, entre outros.
Já os KPIs de produtividade servem para medir o desempenho dos integrantes dos projetos em andamento, colaborando para verificar a viabilidade de admissões ou desligamentos, atribuição de recursos, aquisição de equipamentos e assim por diante. São métricas que fornecem valores de custo por hora, produção mensal etc.

PM Canvas

A proposta da metodologia PM Canvas é proporcionar planejamento, execução e gestão de projetos a partir de um modelo colaborativo, isto é, um sistema que promove e incentiva a participação das partes envolvidas.
O Project Model Canvas vem conquistando a aceitação de empresas de todos os portes. Elaborada pelo professor José Finnochio, o PM Canvas é baseado na metodologia proposta por Alexander Osterwalder, a Business Model Generation (BMG).

É uma ferramenta visual que possibilita o planejamento do projeto inteiro em um só documento, de uma única página. A simplicidade do modelo parte do princípio que a elaboração de um novo projeto deve estar norteado pelas perguntas: Por quê? O quê? Quem? Como? Quando? E quanto? As respostas dessas questões embasam o ponto de partida para a criação do diagrama de Canvas.
Os benefícios mais evidentes são: manutenção do foco da equipe em objetivos mensuráveis que levam a metas maiores e melhores representações visuais de todo o projeto, otimizando a compreensão de cada uma das etapas.
Esse caráter intuitivo da metodologia beneficia as organizações que têm dificuldade de elaborar um plano de projeto.
Agora que você conheceu algumas ferramentas de gestão, cabe analisar qual delas melhor se aplica ao contexto da sua empresa. Enquanto algumas se destacam pelo apoio aos processos de qualidade, outras fazem mais sentido se aplicadas ao gerenciamento do projeto como um todo. Há ainda aquelas que podem ser aplicas em conjunto.
E então? Já conhecia essas ferramentas? Faz uso de alguma delas em sua empresa? Deixe seu comentário e agregue sua experiência a esse post!

segunda-feira, 22 de maio de 2017

O que é inbound marketing e como usar a favor de sua empresa?



Num contexto geral, o que conhecemos sobre marketing é fruto das inúmeras e persistentes estratégias que estamos acostumados a ver na TV, mídias impressas, outdoors, entre outras que, com o tempo, não se mostraram eficientes para aumentar as vendas — ainda mais para empresas de médio porte.
Com isso, muitos empreendedores interpretam campanhas de marketing como algo desnecessário, que pode demandar investimentos exorbitantes sem a garantia de retorno. Mas a realidade, hoje, é bem diferente!
A internet causou um grande alvoroço no jeito de se fazer marketing, o que deu origem a um conceito muito mais moderno e de enorme viabilização financeira para as empresas e que tem se mostrado efetivo para aumentar as vendas: o inbound marketing.
O que é inbound marketing?
Enquanto o marketing tradicional (“outbound”) visa à utilização de diversos meios para chegar ao cliente, como e-mail spam e telefonemas — o que costuma irritar a todos —, o objetivo do inbound é fazer da marca algo que venha a atrair os clientes de forma mais orgânica.
A grande vantagem disso está na segmentação, pois um site que atraia mil visitantes interessados no produto/serviço, ou que simplesmente façam parte do seu segmento, obviamente terá mais sucesso que um outdoor visualizado por dez mil pessoas, dentre as quais a maior parte nem se lembrará do anúncio.
Como implementar estratégias de inbound marketing na empresa?
Listamos abaixo os primeiros passos para o seu negócio começar a ganhar um espaço na web:
1. Crie um site corporativo
O site de sua empresa será seu cartão de visitas na internet. Sem ele, sua marca praticamente inexiste para mais da metade dos brasileiros. Ao criar um website, o ideal seria contratar um profissional experiente, pois é preciso levar em consideração os seguintes fatores:
          Responsividade – um site responsivo é aquele compatível com todos os tipos de tela;
          Funcionalidade – evite que os visitantes tenham que clicar em muitos botões para acessar a informação que desejam;
          Estética – um design bonito é o equivalente a um belo sorriso, um fator que conquistará o visitante logo no primeiro acesso.
2. Invista em marketing de conteúdo
Com um bom site funcionando, é hora de criar um blog para publicar conteúdos relevantes aos potenciais clientes. Isto é, fazer publicações relacionadas ao que é de maior interesse para o público-alvo, gerando um tráfego maior e mais qualificado no site.
Se você tem uma clínica médica, por exemplo, o ideal é publicar conteúdos que respondam às dúvidas das pessoas. Dessa forma, sua clínica ganhará muito em autoridade, podendo, ao longo do tempo, tornar-se uma grande referência no assunto.
3. Atente-se para o SEO (Search Engine Optimization)
Ao seguir os passos anteriores, podemos dizer que metade do caminho já foi percorrido. O que falta é que seu site seja “amigável” ao Google, ou seja, que ele apareça nos resultados de busca sempre que o público-alvo pesquisar sobre o assunto.
Essa prática envolve a boa utilização de palavras-chave e muito senso estratégico, como constantes análises do mercado, da concorrência e do comportamento dos consumidores. Contratar uma agência especializada é fundamental para garantir bons resultados!
4. Atue também nas mídias sociais
A maior parte do seu público está concentrada nas redes sociais, como Facebook, Twitter, Instagram e LinkedIn. Fazer o monitoramento de tudo que acontece no seu segmento, interagir diretamente com o público, entre outras aproximações com clientes em potencial é o que torna campanhas em mídias sociais uma estratégia e tanto para os negócios.
Não é recomendado aderir a todas as mídias a menos que se tenha uma equipe dedicada. Afinal, a partir do momento em que uma empresa cria vários perfis, ela deve se comprometer a prestar um bom atendimento em todas as plataformas.
5. Use e-mail marketing
Com um site bastante atrativo e o marketing de conteúdo bem executado, você terá uma lista de contatos disponível para criar uma aproximação. Então, não hesite em distribuir conteúdos relevantes via e-mail, seja com boas promoções, novidades, dicas, presença garantida no próximo webinar ou materiais ricos que os eduquem e estimulem a se tornar seus clientes.
A sua empresa está pronta para colocar em prática as estratégias de inbound marketing e aumentar as vendas? Ainda tem alguma dúvida sobre como proceder? Deixe o seu comentário!

sábado, 20 de maio de 2017

Como funciona o Google AdWords?



O Google AdWords é a maior plataforma de publicidade do mundo. Isso pode ser uma surpresa, afinal existem muitas empresas do ramo com imenso sucesso ao redor do mundo. Porém, nenhuma delas possui números comparados aos da empresa citada. Para se ter uma ideia, são mais de 100 bilhões de buscas realizadas no mecanismo mensalmente, local onde são inseridos parte dos anúncios pagos.
Como funciona o Google AdWords?
O sistema é bem simples, embora as estratégias para obter sucesso na plataforma exijam algumas habilidades técnicas. O Google AdWords é uma ferramenta de anúncios que trabalha com o sistema de links patrocinados. Isto é, o anunciante paga pela visibilidade, como em qualquer outro sistema de publicidade.
Porém, a cobrança se dá através de cliques, ou seja, sempre que um usuário é direcionado pelo link a outra página, é efetuado o pagamento. Traçando um paralelo com a mídia paga tradicional, é como se o anunciante de um outdoor pagasse apenas pelas pessoas que o viram e visitaram sua loja.
Onde são veiculados os anúncios do Google AdWords?
Embora existam outras plataformas e formatos de anúncios (como o Google Shopping e o YouTube), há duas plataformas que são as mais utilizadas. São elas:
Rede de Pesquisa do Google AdWords
A rede de pesquisa é onde são veiculados os anúncios no mecanismo de busca (http://www.google.com.br). Ao escolhê-la, o anunciante terá que selecionar estrategicamente as palavras-chave pelas quais está disposto a pagar quando um internauta pesquisá-las.
Você pode fazer um teste agora mesmo indo ao buscador e pesquisando termos comerciais como “celular” ou “geladeira”. Os resultados pagos aparecerão com um pequeno aviso de “anúncio”, e geralmente estão localizados nas três primeiras posições e na barra lateral.
Rede de Display do Google AdWords
A rede de display funciona como uma espécie de “aluguel de sites”. São anúncios veiculados em sites parceiros do Google, uma extensa rede de blogueiros cadastrados através do Google AdSense. Eles recebem gratificação financeira para cada clique.
Provavelmente, você já se deparou com anúncios enquanto navegava em um website, e é bem provável que eles estejam relacionados à plataforma Google.
Eles podem ser em formatos simples de links patrocinados ou confeccionados em imagens para apresentarem um melhor visual.
Qualquer um pode utilizar o Google AdWords?
Sim, tudo que você precisa é de um cartão de crédito e uma conta no Google. Esta conta pode ser adquirida gratuitamente através do cadastro em qualquer um dos serviços do Google, como o Gmail, por exemplo.
Caso falte habilidade para administrar as campanhas no Google AdWords, contratar uma agência de marketing é a melhor saída para garantir bons resultados.
Quais as vantagens do Google AdWords?
São muitos os benefícios da plataforma. Listamos alguns deles abaixo:
  • Início imediato das campanhas após aprovação da plataforma;
  • Possibilidade de escolha de palavras-chave de cauda longa — aquelas formadas por três ou mais palavras —, podendo alcançar o público por baixos valores de leilão;
  • Relatórios gratuitos através do Google Analytics;
  • Ajustes nas campanhas em tempo real;
  • Segmentação por região, público, interesse, plataforma, entre outros;
  • Otimização para conversões, impressões ou cliques.
Vimos que o Google AdWords é, portanto, uma importante ferramenta para a etapa de atração dentro do processo de Inbound Marketing. Logo, ela é uma grande aliada para a sua estratégia digital.

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Aprenda o tamanho certo para suas Postagens nas Redes

MEDIDAS E TAMANHOS PARA A FOTO DE CAPA DO FACEBOOK, TWITTER, YOUTUBE, GOOGLE +, INSTAGRAM, PINTEREST E MAIS! (INCLUI TAMANHOS DE FOTO DE PERFIL, BANNER, IMAGENS PARA COMPARTILHAR E OUTRAS INFORMAÇÕES) (Janeiro 2017) - Inclui Infográfico

Como sempre, eu vou ser totalmente sincero: todas as informações sobre tamanhos e dimensões de foto de capa para redes sociais, incluindo os backgrounds, foto de perfil e etc. mudaram frequentemente.
Logo, o objetivo deste artigo é fornecer informações corretas sobre as medidas e dimensões para que você possa trabalhar com imagens nas Redes Sociais e também ajudar com conselhos práticos para otimizar a estratégia da sua marca e melhorar a sua imagem no Facebook, Twitter, Google+ e outros canais.
A concorrência nas Mídias Sociais é intensa e não dá espaço pra desperdício de nenhuma oportunidade para atrair novos seguidores. Os usuários estão expostos a uma quantidade enorme de informação o tempo todo, por isso a primeira impressão que a sua marca dê tem que ser impactante e convincente, e em poucos segundos. Caso queira evitar os erros que todas as empresas cometem nas redes sociais, não deixe de ler este artigo.
Agora, vou apresentar todas as informações que averiguei sobre os tamanhos e dimensões de imagens para mídias sociais em Janeiro de 2017 e complementar qualquer dado anterior.

1. Dimensão e Tamanho da Foto de Capa do Facebook 2017 :)

Chegou a vez do Facebook, uma rede social que se destaca por modificar frequentemente o desenho de sua interface.

Medidas e Dimensões para Imagens no Facebook 2017:

  • Tamanho da Foto do Perfil do Facebook: É exibida em 160 x 160 pixeis no computador e 140 x 140 nos smartphones. A Imagem deve ter uma dimensão ou resolução de 180 x 180 pixeis como mínimo.
  • Tamanho Capa do Facebook: É exibida em 851 pixels de largura por 315 pixeis de altura nos computadores e 640 x 360 pixeis nos smartphones. Tem que ter uma dimensão o resolução de 399 pixeis de largura e 150 pixels de altura mínimo.
    Infografia_Covers_FB_PT1
    Para ver o infográfico completo de Tamanhos e Dimensões Recomendados para imagens nas Redes Sociais, é só clicar no gráfico.

  • Medidas de Post no Facebook:
    • Imagem Compartilhada: 1200 x 630px
    • Imagem de un link compartilhado: 1200 x 627
    • Imagem Destacada: 1200 x 717 px
Além disso, já é possível colocar um vídeo no lugar da Foto de Perfil do Facebook. O arquivo não pode ter mais do que 7 segundos. Essa característica foi anunciada em outubro de 2015 e a sua disponibilidade será habilitada inicialmente pras contas dos usuários dos Estados Unidos e United Kingdom e logo toda a população online poderá curtir essa nova opção.
tamanhos de imagem para redes sociais
No que se refere ao design das páginas, tenha em conta que, numa Fan Page, seção de informações da Foto de Capa deve ser usada de forma inteligente para atrair novos fãs e público em geral. Recomendo que você inclua o endereço do seu Blog ou E-Commerce da sua empresa no campo Informação.
Além disso, você pode usar as diferentes abas para oferecer conteúdos interessantes aos usuários usar aplicativos para ajudar a aumentar a sua presença nas outras plataformas e redes sociais.
FB-example
IMPORTANTE: Se você pretende promover uma imagem no Facebook com fins comerciais, lembre-se que esta Rede Social só permite incluir 20% de texto na gráfica. Para verificar se a sua imagem tem as características admitidas, você pode usar a página Facebook Text Overlay, uma ferramenta que permite carregar um arquivo .JPG e logo informa se está ok ou não.

DICAS para o Facebook!

  • Os posts com menos de 250 caracteres obtêm 60% a mais de engagement.
  • Os posts que incluem fotos:
    • 104% a mais de comentários;
    • 53% a mais de curtidas;
    • 1179% é o ‘pequeno” número que mostra o crescimento do Instagram (pertence ao Facebook) desde 2012;
    • 84% a mais de cliques em relação aos outros tipos de posts.
  • Utilize ferramentas como o Postcron que, com sua função Multiupload permite que você agende e faça o upload de mais de 300 imagens em poucos segundos.
  • Use editores de imagem para otimizar e tornar os seus posts mais atraentes. Por exemplo: ArtStudio, Sumopaint, Picmonkey ou Splashup.

2. Medidas e Tamanho da Foto de Capa do Youtube 2017 :)

Na sequência, seja para o Youtube ou para as outras Redes Sociais, compartilho uma infografia super completa criada pelo “Thepinkgroup“:
Tamanho da Capa do YouTube: 2.560 x 1440px
Dispositivos (assim como no Google Plus, a imagem se ajusta automaticamente):
Tablet Display: 1.855 x 423 px
Mobile Display: 1.5476 x 423 px
TV Display: 2.560 x 1.440 px
Desktop Display: 2.560 x 423 px
Título do Vídeo: Até 100 caracteres
Descrição do vídeo: Até 5 mil caracteres
Dimensões do vídeo: 2.560 x 1440 px
Os posts que incluem fotos:
Saiba mais sobre como otimizar suas imagens para Youtube neste artigo: Youtube Channel Art Size, Tips and More

3. Dimensões e Tamanho da Foto de Capa para o Twitter 2017 (+dicas!) :)

Desde abril de 2014, o Twitter conta com um design de perfil que permanece ativo até hoje, claramente muito – MUITO – parecido ao Facebook.
O que você acha?
Tamanho de imagem redes sociais
O objetivo dessa mudança, assim como as das homepages, foi dar mais importância às imagens e botões, tudo para aproximar os usuários à uma experiência semelhante a que se tem nos celulares.

Agora sim: Tamanho Capa do Twitter 2017

infografico-dimensões-de-Foto-de-Capa,-foto-de-peril-e-fotos-compartilahdas-para-Twitter-2017
Para ver o infográfico completo de Tamanhos e Dimensões Recomendados para imagens nas Redes Sociais, é só clicar no gráfico.

O centro de ajuda do Twitter sugere as seguintes medidas:
– Tamanho Foto de Perfil do Twitter: 400 x 400 px
– Tamanho Foto da Capa do Twitter: 1500 x 500 px
Twitter-Help-Center-Customizing-your-profile
  • Imagem in-stream:
tamanho do preview da imagem também está diferente, e foi aumentado justamente para que não fosse preciso sair do stream para ver o resultado final. Mesmo assim, além de tudo isso, esta mudança está principalmente dirigida a facilitar a otimização das campanhas de comunicação de marca através de Storytelling, a nova tendência do Marketing de Conteúdo. Ou seja, utilizar vídeos e imagens para contar uma história que lhe aproxime do seu público, sem ter que recorrer ao batido spot publicitário de Tv, por exemplo:
Nike-TW
  • tamanho de imagem para Twitter deve ser  440 x 220px, centrada verticalmente e com a proporção de 2:1sem que se superem os 3Mb. Caso queira que a imagem que aparece no preview do stream seja igual à original, você não deve superar as seguintes medidas: 1024 x 512px (ratio 2:1).
PREVIEWEXPANDEDPREVIEW
Tamanho de imagens para Twitter.
DICAS!
  • Participação: obtenha 94% a mais de retweets:
Segundo um estudo feito por Dan Zarella, as imagens inseridas pelo pic.twiiter.com obtém 94% a mais de retweets, além disso, é a única forma de que funcione o recurso “autoexpand”.
Tamanho de imagem redes sociais
  • Use ferramentas como Twitalyzer, ou Bitly.com para averiguar quais são os tipos e conteúdos do Twitter que têm tido mais retweets. Motivo? Tenha em conta o seguinte:
    • Os usuários interagem em até 40% a mais com tweets com imagens em relação aos que têm somente conteúdos “planos”. Ou seja, aproveite todos os avances e possibilidades que as plataformas brindam às marcas e profissionais para deixar tudo mais “clicável”. Não hesite em usar ferramentas para editar imagens como  ArtStudio, ou Piktochart para criar imagens e deixar os dados que você compartilha mais atraentes. Ah, você não precisa ser expert em design para criar imagens interessantes!
    • Lembre-se: ser simples e direto funciona melhor. De acordo a um estudo feito pela TrackSocialos tweets com maior porcentagem de engajamento são os que contém entre 70 e 100 caracteres.
    • Mantenha-se ativo!  Use ferramentas como Postcron para criar e programar seus posts para economizar tempo de trabalho. Com a função “Agendar em Lote”, você pode agendar os conteúdos de todo o mês em poucos minutos, e tudo por planilhas de cálculo.
    • Sugiro usar algumas ferramentas que permitem personalizar o background e passar uma imagem profissional no Twitter:
– ArtStudio

4. Dimensões da Foto de Capa do Google+ 2017 e outras coisas importantes :)

Como você sabe, o Google+ é a rede social do Google. Fundada em 2011, já conta com mais de 300 milhões de usuários mensais ativos. Esta é a aparência do perfil na página:
tamanhos de imagem para redes sociais
Tamanhos de imagem do Google+
  • Foto de Capa
    • tamanho máximo da Foto de Capa pode ser 2120 x 1192 px
    • tamanho mínimo da Foto de Capa não pode ser menor do que 480 x 270 px
    • tamanho recomendado da Foto de Capa é 1080 x 608 px
  • O tamanho da Foto de Perfil é 250 x 250 px
  • O tamanho das imagens compartilhadas no newsfeed é 497 x 373 px
  • O tamanho das imagens dos links compartilhados no newsfeed é 150 x 150 px.
Infográfico-Tamanhos-de-imagens-para-o-Google+
Para ver o infográfico completo de Tamanhos e Dimensões Recomendados para imagens nas Redes Sociais, é só clicar no gráfico.

Aspecto em Dispositivos:

Ainda que o G+ use desenho responsivo e que as imagens se adaptem automaticamente aos diferentes dispositivos, para assegurar a máxima qualidade da aparência nas telas, tablets e smartphones, sugiro usar arquivos cujos tamanhos não sejam menores do que 502 x 250  px e que não superem os 1080 x 608 px, do contrário você estará perdendo um pouco de informação.
Veja como aparece no Android e no iOS:
tamanhos de imagem para redes sociais
Se você necessita otimizar uma imagem para sua marca ou perfil profissional, recomendo usar 968 x 545 px de resolução e manter a informação mais importante na parte central.  Encontre aquí um template editável para o Google+.

Dicas para Google+

  • Se você não é um deep user do Google+, deixo o link de suporte do Google+. Aí você vê passo a passo como setar uma nova cover photo.
  • Lembre-se: G+ é, na atualidade, “A” plataforma de social media que mais influencia no posicionamento nos mecanismos de busca e é a protagonista de qualquer estratégia SEO. Por isso, crie uma página e um perfil no G+ para que a sua marca ou perfil profissional seja encontrado e tenha um bom ranking nos resultados dos motores de busca. Veja aqui um guia pratico criado pelo Google para entrar de vez no mundo Plus
  • Se você quiser um guia básico de SEO para principiantes, não deixe de ler este artigo.
  • Se você quer conhecer os benefícios do Google Plus para a sua empresa, também pode revisar este outro artigo.

Ainda assim, pra facilitar a sua vida, leia estas 4 fast dicas para otimizar o SEO do Google Plus:

  • Nome da sua companhia: não abrevie o nome, tente incluí-lo completo;
  • Tire proveito da nova personalização da URL do G+. Isso melhora a estética do link do perfil – ou página – da seguinte forma: ”https://plus.google.com/+YourCompanyName” e não “https://plus.google.com/3135465465186530656526”. Dessa forma, fica mais com cara de profissional quando você compartilha em outros perfis. Caso queira saber como ter a sua própria URL personalizada, veja –> este link
  • Descrição: esta seria a sua “biografía” se usáramos um termo do Twitter para descrever o campo. Em ambos os casos, o melhor é criar uma descrição atraente, que tenha não menos do que 160 caracteres e seja agradável e convincente para todos os usuários.
  • Publique muito conteúdo, assim você ganha relevância e autoridade na web. Quanto mais “+1” você ganhe, mais “pontos” soma e melhora no ranking.

5. Dimensões da Foto de Capa do VIMEO 2017

Imagem de Perfil: 300 x 300 px
Dimensões para upload do vídeo:
Standard Definition: 4:3 ratio 640 x 480 px
Standard Definition: 16:9 ratio 640 x 360 px
720p HD Video: 1.280 x 720 px
1080 HD (Plus/PRO) 1.920 x 1.080 px
tamanhos de imagem para redes sociais

6. Dimensões da Foto de Capa do Instagram 2017

  • Tamaño da Foto de Perfil do Instagram: pelo menos 150×150 px
  • Medidas do Banner do Instagram: pelo menos 399 px de largura por 150 px de altura.Para fotos de perfil e banner no Instagram, você pode ter melhores resultados se usar arquivos do tipo PNG.
  • Tamanho das Fotos do Instagram: para ter um bom rendimento visual, a resolução recomendada para as fotos do Instagram é de 1080×1080 px.
Instagram infografico
Para ver o infográfico completo de Tamanhos e Dimensões Recomendados para imagens nas Redes Sociais, é só clicar no gráfico.

7. Dimensões das imagens para o Pinterest 2017

  • Tamanho da Foto de Perfil do Pinterest: 160×160 px
  • Tamanho do Banner dos Painéis do Pinterest: 200×200 px
  • Tamanho das imagens usadas como Pins no Pinterest: 236 px de largura
Pinterest Infografico
Para ver o infográfico completo de Tamanhos e Dimensões Recomendados para imagens nas Redes Sociais, é só clicar no gráfico.

8. Dimensões das imagens para LinkedIn 2017

  • Tamanho da Foto de Perfil do LinkedIn: 130×130 px
  • Medidas do Banner no LinkedIn: 1536×768 px
Linkedin Infografico
Para ver o infográfico completo de Tamanhos e Dimensões Recomendados para imagens nas Redes Sociais, é só clicar no gráfico.
Para páginas de empresas:
Tamanho de Imagem do Banner no LinkedIn: mínimo de 1536×768 px, formato PNG/JPEG/GIF, máximo de 2 MB, formato horizontal. A imagem deve ser mais larga do que comprida.
Tamanho de Imagem do Logo no LinkedIn: tamanho mínimo 130×130 px, 400×400 px é o formato quadrado recomendado, deve-se usar imagens tipo PNG/JPEG/GIF de, no máximo, 4 MB.

Conclusão

A presença de elementos visuais (imagens e vídeos) nos seus posts é fundamental para manter seu público interessado e atraí-los aos seus conteúdos. Por isso, é importante usar os tamanhos corretos para que a qualidade de suas fotos consiga chamar a atenção da sua audiência.